Número total de visualizações de página

sexta-feira, 9 de abril de 2010


põe-te na fila para o mar
- diz a mãe à miúda que chora

põe-te na fila para o leite, mãe
deitas fervura por tudo e nada
afinal não estás azeda
como aquelas florzinhas amarelas que comi na primavera
antes das rinites alérgicas
fiz sexo no mato
e tirei fotografias
revelei-as publicamente

a natureza serve para fazermos analogias
comparamo-nos com tudo o que nos é distante