Número total de visualizações de página

segunda-feira, 6 de setembro de 2010


se houver paraíso

um dia

quando eu morrer

quero um terraço sem vista

e pemitam-me o estrangeirismo

uma chaise-longue

e uma manta

não quero lá mais ninguém

sozinha

acompanhada de todos os livros que não terei tempo para ler em vida



quem disse que a realidade é mais interessante do que a ficção?